Contrato de união estável é 5 vezes mais utilizado que casamento no Brasil

Este é o primeiro Direto Ponto, programa que discute, em linguagem acessível, diferentes temas jurídicos de interesse da sociedade. Nesta edição, tratamos do contrato de união estável, que vem sendo utilizado cinco vezes mais que os casamentos no Brasil, conforme dados da Central Notarial de Serviços Eletrônicos Compartilhado (CENSEC). Quem fala sobre o assunto é o professor de Direito da Família e Sucessões da Fundação Escola Superior do Ministério Público (FMP), Conrado Paulino da Rosa.