Aumenta a carência de doares de órgãos no Brasil

33.209. Esse é o numero de pessoas à espera de um órgão, no Brasil. A meta, segundo a ABTO (Associação Brasileiras de Doação de Órgãos), em 2016, é de 50 doadores por milhão de habitantes. O ideal, para a proporção continental do país, é algo em torno de 90. O Sudeste é onde concentra a maior quantidade de doadores, cerca de 40%. Mas, infelizmente esse índice vem despencado. A região Sul possui os melhores números do país: Santa Catarina com 34,9 doadores por milhão, índice comparado a países desenvolvidos, Paraná 26,2 e Rio Grande do Sul: 25,2 doadores por milhão.O TCE Cidadania de hoje recebe a gerente do Hospital Dom Vicente Scherer da Santa Casa de Misericórdia de Porto Alegre, Miriam Maciel.