Presença feminina nos espaços públicos e de poder ainda é frágil

A presença da mulher nos espaços públicos e de poder ainda é pequena e frágil. Apesar de mulheres ocuparem importantes cargos de liderança no país e no estado, na última eleição diminuiu o número de eleitas para a Assembleia Legislativa e o Senado Federal. Conversamos com a advogada, feminista e ativista social Denise Argemi, que está realizando contatos com mulheres que se destacam por cargos eletivos na política gaúcha visando incentivar o empoderamento feminino nas eleições municipais deste ano.